espiritualidade

Todos os posts com a tag espiritualidade

Pensar na vida e na morte.

Publicado 16/09/2016 por elianatudda

Quando já se tem uma certa idade ou se está gravemente doente, aceita-se mais “facilmente” a partida de alguém ou a própria, e nesse período de espera (embora tenhamos sempre aquele fiozinho de esperança que um milagre possa acontecer) temos tempo para nos preparar para a despedida, para resolver mal-entendidos, para demonstrar afeto, gratidão …
Mas as mortes “repentinas” (apesar de se saber que todos temos a nossa hora e que de repentino isso não tem nada) nos chocam e entristecem mais. E o “protagonista” também fica desorientado, sem ter tido o tempo de poder viver “o luto de si mesmo”, se encontrando de repente em outro estágio da vida, muitas vezes sem nem ter parado para pensar uma única vez que esse dia chegaria.
Daí a importância de se entender que tudo na vida é cíclico, que tudo de bom ou de ruim que nos acontece um dia passa, e que a morte faz tão somente parte desse ciclo. Não devemos temê-la, assim como também não devemos precipitá-la, mas simplesmente entender que “vida e morte” fazem parte do nosso incessante processo evolutivo e quando o momento de partir chegar, para nós ou para os nossos bem-amados, não nos atormentarmos, antes, termos fé em Deus e a certeza de que tudo caminha conforme o tempo programado por Ele. Pensar na morte não significa querer morrer e nem que isso vá antecipá-la, como se fosse uma palavra de azar, mas simplesmente nos fazer refletir como estamos conduzindo a nossa vida, como estamos nos relacionando com o outro e também conosco, o que podemos levar de aprendizado (já que de material não se leva nada) para o outro lado e o que podemos deixar de positivo para os que aqui ainda permanecem. A vida, em todos os planos, é uma grande escola. Saibamos, então, tirar o melhor proveito (espiritualmente falando) quando nos encontrarmos em cada um deles. stars-emoticon

Eliana 

**********************************************************************
“Não há lugar para o acaso na existência humana.
Deus não é um jogador de dados a distribuir alegria e tristeza, felicidade e infelicidade,
saúde e enfermidade, vida e morte, aleatoriamente.
Existem leis instituídas pelo Criador que disciplinam a evolução de Suas criaturas,
oferecendo-lhes experiências compatíveis com suas necessidades.”

(Richard Simonetti)
************************************************************************

072

Anúncios

Não há o que temer.

Publicado 01/07/2015 por elianatudda

A maioria das pessoas tem medo da morte. Medo da própria morte, da morte dos que lhes são caros, e se apiedam até mesmo quando sabem da morte de pessoas com quem nunca tiveram contato. Uma amiga minha escreveu que amorte é o golpe mais baixo que a vida pode dar em todos nós.” Infelizmente a nossa cultura lida com isso como sendo algo ruim, uma desgraça, o fim de tudo, como se nunca mais fôssemos rever nossos afetos que partiram. E o tema acabou até virando tabú. Menos se fala à respeito dela, menos a atraímos, como se isso fosse realmente possível. Mas quando entendemos que não fazemos parte desse mundo material e sim do plano espiritual e que estamos aqui temporariamente, que morrer significa tão somente continuar a vida em outro plano, e com a certeza de reencontrar os que lá chegaram antes de nós, o temor da morte desaparece. Não nos assusta mais pois compreendemos que ela nada mais é do que a nossa volta (a volta do nosso espírito) para o nosso verdadeiro lar após termos cumprido o nosso tempo por aqui e, assim, continuar nossa incessante trajetória evolutiva. Tempo esse que não sabemos qual é, ou melhor, não nos lembramos do que foi “combinado” no plano espiritual antes de reencarnarmos, mas não o tememos, ao contrário, o aguardamos com serenidade, pois sabemos que tudo está dentro da perfeita Ordem Divina.
Estarmos revestidos por um corpo físico no plano terrestre equivale a estarmos de uniforme a freqüentar uma escola, uma espécie de internato, e quando o nosso aprendizado termina nos despimos do uniforme e voltamos para casa. No próximo ano letivo (numa próxima encarnação), um novo uniforme (um novo corpo físico) nos será dado. E nessa escola chamada Terra, tudo o que nos acontece, direta e indiretamente, tem uma finalidade, absolutamente nada acontece em vão. Tudo contribui para a nossa evolução espiritual. Cabe a nós, como alunos, nos dedicarmos às lições dadas para que passemos de ano sem precisar repetir as mesmas matérias no ano seguinte.
Lamenta-se quando alguém morre tão cedo, “com uma vida toda pela frente” como se costuma dizer, mas se as mortes prematuras acontecem é porque assim tinha que ser, sempre visando esse desenvolvimento espiritual, tanto de quem se foi quanto dos que se privaram da presença do ser querido. Como já dito antes, tudo tem um fim determinado.
É normal que a ausência física dos que amamos nos entristeça e o luto faz-se necessário para elaborarmos essa dor da separação, porém uma vez compreendido que esse afastamento físico é apenas temporário pois o que finda é o corpo mas o espírito é imortal e quem se foi continua vivo e perto de nós, apenas de uma forma diferente, e que um dia vamos nos rever “do lado de lá”, conforta o nosso coração e faz com que a tristeza se transforme em saudade, com a certeza desse reencontro mais adiante.
Mas concordo com essa minha amiga quando diz que “devemos viver sem mágoas, sem maldade no coração, com carinho pelos que amamos e pelo nosso próximo”, pois dessa vida o que levamos é o bem que fazemos ao outro e que, por sua vez, nos faz bem também, nada mais. Acalmar o coração e confiar em Deus, que sempre sabe o que faz e o faz com uma razão que por mais que não consigamos entender no momento do acontecimento mais pra frente, nessa vida ou mais além, nos será clara. Fé, esperança e confiança no Criador. Sempre! ❤

Eliana

******************************************************************
“O que se denomina morte faz parte das leis naturais, assim como o nascimento.
Nascimento, morte, renascimento são transformações naturais
da própria vida do espírito imortal, sujeito à evolução.
Morte, portanto, é transformação, não fim. Por isso a importância de aproveitar o momento presente com atitudes saudáveis e amor ao próximo”.

(Themis)
******************************************************************

céu

Anjos da Guarda

Publicado 02/10/2012 por elianatudda

Hoje comemora-se o dia dos Anjos da Guarda.

Os Anjos da Guarda são os anjos que, de acordo com as crenças cristãs, Deus nos envia quando nascemos para nos acompanhar, proteger e conduzir durante toda a nossa vida. Narra-se que a celebração aos anjos da guarda surgiu na espanha, no século V, e se espalhou pela Europa, tendo com data inicial o dia 29 de setembro, festa do Arcanjo Miguel. Fez-se a separação das datas em 1670, ficando o dia 2 de outubro como dia específico da celebração aos “Santos Anjos da Guarda”.

Imagem

(Obs.: os anjos nao têm asas, mas faz parte do imaginário coletivo imaginá-los assim.

Imagem de domínio público por direitos autorais expirados.)

Forma : Plural

Releitura do viver bem

Rainhas Trágicas

Mulheres notáveis que fizeram História

Historia de la Música

I.E.S. Juan de Mairena - 2º de ESO

suonolachitarra

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

Terapia de Vidas Passadas

Destinado a informação a respeito de Terapia de Vidas Passadas e espiritualidade em geral

Revolução dos Índigos e Cristais

Eles estão chegando para ajudar na transformação social, educacional, familiar e espiritual de todo o planeta, independente das fronteiras e de classes sociais. São como catalisadores para desencadear as reações necessárias para as transformações. As pessoas despertas acordarão como de um sonho com seus centros de energia totalmente abertos, livres do véu do esquecimento, tanto pessoal quanto planetário, pertinentes à terceira dimensão. As pessoas começarão a se reconectar com suas origens e propósitos da alma, que é o retorno da Consciência Crística para o planeta. Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de uma outra forma.

Cammina Nel Sole

l'alba del sesto sole

Lições dos Espíritos

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

O Evangelho Segundo o Espiritismo

por ALLAN KARDEC - tradução de José Herculano Pires

ArcheoTime

il tempo dell'archeologia. il tempo di guardare, vedere, scoprire, conoscere, viaggiare nel tempo e nello spazio attraverso il tempo dell'archeologia

Escolanía de El Escorial

El blog de un coro de bellas voces blancas de Madrid, España

Ventefioca

Camminate, montagne e pensieri sparsi di un "piemontard pressé"

Música e Bem-Estar

Por dentro da Musicoterapia

Banquetes&Lanchinhos

Gastronomia, dicas práticas e boas receitas

√єgєταяīαηīىмσ э Éтicα™®

Dєvємos яєsρєiтαя os αиiмαis ρoяqυє, coмo иós, єsтαbєlєcєм lαços αfєтivos єитяє si є são cαραzєs dє sєитiя мєdo.

Mah Bravo

Moda, beleza e nerdice em um só lugar

Mi em Mi Menor

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

Diario di una ragazza Indaco

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

Tigidit News

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

Os Crochês da Cristina

Compartilhando com alegria as maravilhas que o Senhor me permite conhecer!

Mulheridades

Uma hecatombe de desregradas

Marco Bravo Illustration | Painting

paintings drawings arts illustration animation

Os Crochês da Cristina - Meus Trabalhos

Cris Di Pietro Creazioni Artigianali

euvegetariana.wordpress.com/

loucuras de uma vegetariana faminta e sem talentos na cozinha

sheilawal.wordpress.com/

Intuição em ação para a expansão da consciência