Livraria do Chico

Publicado 11/04/2016 por elianatudda

Gosto de histórias assim, como a do Chico! Saiu do Piauí para Brasília ainda criança, estudou só até o ensino médio, trabalhou nas ruas vendendo jornais descobrindo, assim, o seu amor pela leitura. De ex-jornaleiro, então, passou a vender livros na Universidade de Brasília. A Livraria do Chico é famosa e muito querida tanto pelos alunos quanto pelos professores da UNB porque o Chico não se limita a ser um simples vendedor, ele conhece cada livro que tem e, por isso, sabe dar a indicação correta a todos que nele buscam ajuda. Abaixo, o artigo completo retirado do site da globo.com.
Grande Chico! 👏

Eliana

“Ele saiu do Piauí para Brasília em pau de arara. Trabalhou desde criança como vendedor de jornais. Foi lendo as letrinhas miúdas todos os dias que encontrou sua paixão: a literatura. Hoje, o Chico é dono de uma das livrarias mais famosas na cidade. E há 38 anos, conquista fãs na Universidade de Brasília por sua sabedoria e pela vontade de compartilhar conhecimento.

Para a filha, ele vive no mundo da lua. ‘Ele sonha muito alto. A mente dele vai além do que ele pode’, observa a estudante Bruna Carvalho.
Para a mulher, uma ideia fixa o governa. ‘Ele dorme pensando em livros, acorda pensando em livros, almoça pensando em livros e sonha com os livros’, conta a dona de casa Cláudia Maria Carvalho.
Para os alunos da Universidade de Brasília, é um ídolo. Para os professores, uma celebridade.

Afinal, quem é? O que quer Francisco Joaquim de Carvalho?
‘Conceituar o mundo através da leitura, do trabalho com os livros, sabe?’, responde o livreiro. Um menino pobre que veio do Piauí. Só a viagem para Brasília já daria um livro. ‘Saíram meus oito irmãos. A gente veio de pau de arara’. Trabalhou desde garoto nas ruas da capital. ‘Comecei a vender jornal”. Todo mundo estranhava. Um jornaleiro que lia o jornal inteiro antes de entregá-lo? ‘Eu comecei a entender um pouco do mundo através dos jornais e das revistas’, diz. Como se o mundo dos jornais fosse um estágio para o universo dos livros. ‘Acho que já tinha uma proposição na vida de ser um livreiro, de trabalhar com livro. Pra mim, acho que é uma predestinação’.
E parece até que já estava escrito: o ex-jornaleiro foi vender livros na universidade. O Chico só conseguiu concluir o ensino médio. Mas poucos têm tanto tempo de universidade quanto ele. Em 38 anos de UNB, o livreiro que nunca fez faculdade ajudou gerações e gerações de universitários que encontraram um atalho para o conhecimento na Livraria do Chico.

Eis o território do Chico Livreiro. ‘Tem a sua tradição; o seu espaço aqui que é praticamente sagrado’, diz o estudante Luís Cristóvão Lima.
Esgotado? Desconhecido? Impossível? O Chico acha.
‘A gente fala o nome do livro e ele conhece até a editora’, conta a estudante Priscila de Luna.
‘Ele é do tipo do livreiro antigo, que conhece todas as edições, sabe exatamente localizar o livro que você precisa’, elogia o professor da UNB Gustavo de Castro.
Não se engane com a aparência de caos. ‘O Chiquinho conhece isso aqui na palma da mão. E não é de agora. Olha, eu estudei na UNB em 1985!’, lembra a artista plástica Maria de Lourdes da Costa e Silva.

Um hábito dos tempos de jornaleiro: sair catando leitores pelo caminho. Perambular pelos corredores da UNB deu a Chico a grande oportunidade que ele esperava: conviver com escritores e intelectuais. ‘Todos os pensadores que iam na universidade, eu pegava autógrafo. Eu tenho do Moacyr Scliar, do Ariano Suassuana, do carteiro e o poeta: Antonio Skármeta’. De Cora Coralina, famosa escritora goiana, a dedicatória é quase um poema. ‘Seja você sempre robusto e de boa sombra, como o Carvalho do seu nome. Cora Coralina’. A maior emoção da vida: dois dedos de prosa com o Nobel de literatura José Saramago num corredor da UNB. ‘Conversou bem pouquinho, mas já foi o bastante pra mim, pra ficar feliz para o resto da vida, sabe?’
E uma predileção confessa: ‘Eu adoro Paulo Leminski!’.

Gostar de ler dá a Chico a segurança da indicação correta. Seja para quem gosta de biografia, seja para quem gosta de filosofia. A fórmula? O segredo? ‘É um dom!’.
Além, obviamente, da imensa popularidade de Chico Livreiro. Ele é mais conhecido do que o reitor na UNB? ‘Até porque o reitor passa, e ele permanece’, responde o professor da UNB Antônico Miranda. Porque o que fica é o desejo de compartilhar com os outros a força da criação humana.”

*********************************************************************
“Você só existe na vida através da leitura, do conhecimento, da saúde e do amor ao próximo. Acho que até o último segundo da minha existência eu vou trabalhar com livro, prestar serviço para as pessoas e para a humanidade.”
(Chico, o livreiro)
**********************************************************************

chico3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Forma : Plural

Releitura do viver bem

Rainhas Trágicas

Mulheres notáveis que fizeram História

Historia de la Música

I.E.S. Juan de Mairena - 2º de ESO

suonolachitarra

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

Terapia de Vidas Passadas

Destinado a informação a respeito de Terapia de Vidas Passadas e espiritualidade em geral

Revolução dos Índigos e Cristais

Eles estão chegando para ajudar na transformação social, educacional, familiar e espiritual de todo o planeta, independente das fronteiras e de classes sociais. São como catalisadores para desencadear as reações necessárias para as transformações. As pessoas despertas acordarão como de um sonho com seus centros de energia totalmente abertos, livres do véu do esquecimento, tanto pessoal quanto planetário, pertinentes à terceira dimensão. As pessoas começarão a se reconectar com suas origens e propósitos da alma, que é o retorno da Consciência Crística para o planeta. Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de uma outra forma.

Cammina Nel Sole

l'alba del sesto sole

Lições dos Espíritos

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

O Evangelho Segundo o Espiritismo

por ALLAN KARDEC - tradução de José Herculano Pires

ArcheoTime

il tempo dell'archeologia. il tempo di guardare, vedere, scoprire, conoscere, viaggiare nel tempo e nello spazio attraverso il tempo dell'archeologia

Escolanía de El Escorial

El blog de un coro de bellas voces blancas de Madrid, España

Ventefioca

Camminate, montagne e pensieri sparsi di un "piemontard pressé"

Música e Bem-Estar

Por dentro da Musicoterapia

Banquetes&Lanchinhos

Gastronomia, dicas práticas e boas receitas

√єgєταяīαηīىмσ э Éтicα™®

Dєvємos яєsρєiтαя os αиiмαis ρoяqυє, coмo иós, єsтαbєlєcєм lαços αfєтivos єитяє si є são cαραzєs dє sєитiя мєdo.

Mah Bravo

Moda, beleza e nerdice em um só lugar

Mi em Mi Menor

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

Diario di una ragazza Indaco

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

Tigidit News

"A felicidade é uma decisão diária. Escolha ser feliz!"

Os Crochês da Cristina

Compartilhando com alegria as maravilhas que o Senhor me permite conhecer!

Mulheridades

Uma hecatombe de desregradas

Marco Bravo Illustration | Painting

paintings drawings arts illustration animation

Os Crochês da Cristina - Meus Trabalhos

Cris Di Pietro Creazioni Artigianali

euvegetariana.wordpress.com/

loucuras de uma vegetariana faminta e sem talentos na cozinha

sheilawal.wordpress.com/

Intuição em ação para a expansão da consciência

%d blogueiros gostam disto: